foto5.png

Portalegre: “A Fábrica das Memórias” leva centenas de crianças à Robinson

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e comida

(Por Carla Aguiã)A fábrica Robinson abre os portões, esta sexta feira, a centenas de crianças das escolas do concelho de Portalegre. Mostrar o património e permitir o seu usufruto é a intenção da Fundação Robinson, com a iniciativa “A Fábrica das Memórias”, a decorrer no âmbito das Jornadas Europeias do Património, a partir de hoje e até domingo.

As crianças, do 3º e 4º ano do ensino básico, vão participar em ateliers de artesanato e pinturas com cortiça, atividades de arqueologia e jogos populares.

Gonçalo Pacheco, do conselho de administração da Fundação Robinson, destacou ainda a apresentação, inédita, do “Hino Marcha” do maestro Celestino Raposo, que conta com a participação de cerca de cem alunos da Escola de Artes do Norte Alentejano.

Os ateliers com as crianças decorrem durante a manhã, enquanto para a tarde está reservada a apresentação do “Hino Marcha da Fábrica Robinson”.

Sábado, às 10h30, é inaugurada a exposição “Memórias dos Operários da Robinson”, segue-se uma conversa com antigos operários da fábrica.

O evento fecha, domingo, com um workshop sobre património industrial móvel e a sua preservação, a partir das 10h30.