foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - A Mais Ouvida do Alentejo

A RÁDIO QUE ESTÁ SEMPRE AO SEU LADO - WWW.RADIOPORTALEGRE.PT

Portalegre: A escola foi à fábrica Robinson

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e interiores

Ao meio-dia em ponto desta sexta-feira, a sirene da Fábrica Robinson, em Portalegre, voltou a ouvir-se na cidade.

 

A iniciativa “Fábrica das Memórias”, que decorreu no âmbito das atividades das Jornadas Europeias do Património, levou até à Robinson mais de três centenas de crianças de várias escolas do concelho de Portalegre que a brincar, aprenderam sobre a centenária fábrica e a sua matéria prima: a cortiça.

As crianças, do 3º e 4º ano do ensino básico, participaram em ateliers de artesanato e pinturas com cortiça, atividades de arqueologia e jogos populares.

Para além das atividades didáticas, foi realizada uma visita à Fábrica Robinson, onde a arqueóloga Susana Pacheco deu a conhecer o interior das instalações, que apresentam ainda máquinas nos locais de origem, destacando o “riquíssimo valor patrimonial” daquele espaço.

Susana Pacheco disse ainda que o espaço pode ser visitado pela população, de segunda a sexta-feira.

A organização das atividades das Jornadas Europeias do Património, decorrem até domingo, foram organizadas pela Fundação Robinson e Câmara Municipal de Portalegre, em articulação com várias entidades.

Em declarações à Rádio Portalegre, o vereador Luís Pargana sublinhou a importância desta iniciativa para os mais novos, justificando que “a cidade tem muito para ensinar, e as crianças têm muito para aprender (com a cidade)”.

Sábado, às 10h30, é inaugurada a exposição “Memórias dos Operários da Robinson”, segue-se uma conversa com antigos operários da fábrica.

O evento fecha, domingo, com um workshop sobre património industrial móvel e a sua preservação, a partir das 10h30.

(Susana Mourato)