foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - A Mais Ouvida do Alentejo

A RÁDIO QUE ESTÁ SEMPRE AO SEU LADO - WWW.RADIOPORTALEGRE.PT

Mosquito do vírus zika detetado na Extremadura espanhola em zona de fronteira com Portalegre

A imagem pode conter: planta e ar livre

O mosquito tigre, responsável pela transmissão do vírus zika e da febre-amarela, foi detetado na região oeste da Extremadura, que faz fronteira com Castelo Branco, Portalegre, Évora e parte de Beja.

O mosquito foi detetado em agosto em dois municípios da Extremadura, nomeadamente em Badajoz, mas o alerta só foi dado na passada quarta-feira pelo ministério de Saúde espanhol.

 

Segundo o Diário de Noticias as autoridades espanholas alertam a população para a necessidade de estar atenta para a transmissão do vírus zika e da febre-amarela, entre outras patologias associadas ao mosquito tigre.

O mosquito é facilmente reconhecido pelo corpo preto e tem uma lista branca na cabeça e no tórax. Tem também bandas brancas nas patas e no abdómen. E, ao contrário de outras espécies existentes na Península Ibéria, está ativo durante o dia especialmente ao amanhecer e ao anoitecer.

Segundo os investigadores, não há para já motivo de alarme por a quantidade de insetos ser muito baixa e as autoridades sanitárias espanholas terem tomado as medidas necessárias à sua eliminação. Além de que a população também pode tomar medidas básicas, tais como evitar a acumulação de água nos pratos dos vasos, renovar a água dos bebedouros dos animais e drenar os locais que possam ser alagados com frequência.