foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

RÁDIO PORTALEGRE 29 ANOS DE EMISSÕES REGULARES

A RÁDIO LOCAL MAIS OUVIDA NA REGIÃO SUL DE PORTUGAL

OBRIGADO PELA SUA PREFERÊNCIA 

Quercus diz ser "extremamente grave" abate de mais de um milhar de azinheiras numa herdade do Alto Alentejo

Texto alt automático indisponível.

(Por Gabriel Nunes/Susana Mourato) - A Quercus diz ser “extremamente grave” o abate de mais de um milhar de azinheiras adultas e em bom estado fitossanitário, numa herdade que se estende pelos concelhos de Avis e Sousel, no distrito de Portalegre.

 

Em declarações à Rádio Portalegre, Nuno Sequeira, dirigente da Quercus/Portalegre, referiu que o corte das azinheiras foi efetuado sem a autorização “obrigatória” do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), para ser instalado um olival intensivo.

Nuno Sequeira adiantou que a associação ambientalista decidiu denunciar este “atentado”, para que não se repitam situações semelhantes e exige às autoridades competentes que tomem as medidas necessárias para que sejam apuradas responsabilidades.

A legislação relativa à proteção do sobreiro e da azinheira prevê a possibilidade de cortes exemplares destas espécies para empreendimentos agrícolas, mas o projeto tem de ser obrigatoriamente reconhecido pelo Governo.