foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

RÁDIO PORTALEGRE 29 ANOS DE EMISSÕES REGULARES

A RÁDIO LOCAL MAIS OUVIDA NA REGIÃO SUL DE PORTUGAL

OBRIGADO PELA SUA PREFERÊNCIA 

Exclusivo Rádio Portalegre:Social Democrata Armando Varela vai manter-se como vereador em regime de permanência na câmara de Portalegre governada pelo movimento CLIP

A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir

(Por Gabriel Nunes) - O vereador social democrata Armando Varela não acatou as recomendações da Secção de Portalegre do PSD para abdicar do pelouros que lhes estão atribuídos na Câmara de Portalegre, governada pelo movimento independente CLIP, e vai manter-se em regime de permanência.

 

De acordo com o que a Rádio Portalegre apurou as competências de Armando Varela foram reforçadas, sendo que além de manter os pelouros da Saúde, Energia e Turismo, fica agora responsável pelo Mercado Municipal e pela candidatura das Tapeçarias de Portalegre a Património Mundial, pela UNESCO.

Nas autárquicas de 01 de outubro de 2017 a CLIP ganhou em Portalegre, sem maioria absoluta, e celebrou um acordo com os eleitos da CDU e do PSD para garantir a governabilidade do concelho.

Menos de um ano depois, em 28 de setembro último, o vereador da CDU, Luís Pargana “rompia” o acordo tripartido alegando “falta de confiança e de lealdade no relacionamento entre os eleitos das diferentes forças partidárias”.

Defendendo “não se encontrarem reunidos os pressupostos básicos considerados na génese do acordo de governação da Câmara de Portalegre”, depois da saída da CDU, a secção de Portalegre do PSD recomendou a Armando Varela que abdica-se dos pelouros que lhe estavam atribuídos.

 Alegadamente, Armando Varela não respondeu, não a uma, mas a duas recomendações para renunciar ao regime de permanência, e a Secção de Portalegre foi ainda mais longe e decidiu retirar-lhe a “confiança politica”.