foto5.png

Borba:Proteção Civil "não espera grandes desenvolvimentos nos próximos dias" depois do resgate da segunda vítima mortal

(Por Gabriel Nunes) - Ao sexto dia do resgate em curso na pedreira de Borba as autoridades removeram o corpo de mais uma vítima, o segundo trabalhador que se encontrava a laborar no local no momento do aluimento de terras, mas a Proteção Civil “não espera grandes desenvolvimentos nos próximos dias”, em relação aos resultados das operações.

 

Em conferência de imprensa, este domingo, o comandante distrital de operações e socorro de Évora, José Ribeiro, referiu que a descoberta do corpo de José Xavier, de 58 anos de idade, foi feita no plano de água que tem estado a ser drenado desde a passada terça feira.

José Ribeiro adiantou que o esvaziamento da pedreira de maior dimensão continua a ser o grande objetivo, ao mesmo tempo que continuam as operações para tentar localizar as duas viaturas e as três pessoas desaparecidas, que alegadamente estão no fundo do poço.

O mesmo responsável vincou que o empenho dos operacionais “mantem-se elevado”, mas é preciso “moderar as expectativas”, tendo em conta que a acessibilidade de viaturas e dos operacionais à pedreira maior, onde incidem agora as buscas, “é muito limitada”, e a previsão meteorológica aponta para precipitação.

Além dos dois corpos já resgatados, estão desaparecidas outras três pessoas, que seguiam em duas viaturas, uma carrinha de caixa aberta e uma automóvel ligeiro, que se suspeita, terem também sido arrastadas para o fundo da pedreira.