foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Portalegre:PCP insiste no aproveitamento da Linha do Leste

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas

(Por Susana Mourato/Carla Aguiã/Gabriel Nunes) - O PCP defende que a eletrificação e modernização da Linha do Leste, “bem servida por comboios de passageiros e de mercadorias” é determinante para o desenvolvimento do Alto Alentejo.

 

Para Carlos Reforço, do Grupo de Trabalho em Infraestruturas e Equipamentos da Direção Regional do Alentejo do PCP, voltar a apostar nesta ligação ferroviária entre Entroncamento e Elvas, pode “estancar a sangria de população e atrair mais investimentos”.

Carlos Reforço, que falava, esta segunda-feira, em Portalegre, durante uma sessão púbica sobre a “Eletrificação e Modernização Total da Linha do Leste”, defendeu ainda a aproximação do comboio à cidade capital de distrito, que tem uma estação ferroviária que fica a 11 quilómetros do centro urbano.

O comunista revelou ainda que para ligar a Linha do Leste à Zona Industrial de Portalegre são necessários cerca de 25 milhões de euros.

A sessão pública, que decorreu na sede da União de Freguesias da Sé e São Lourenço, contou ainda com intervenções de Francisco Asseiceiro, da Comissão de Atividades Económicas junto do Comité Central do PCP e Luís Pargana, do PCP de Portalegre.