foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre 30 Anos de Emissões Regulares

 

Portalegre:SEP denuncia "situação caótica, de quase rotura" na urgência do hospital

A imagem pode conter: ar livre

(Por Gabriel Nunes) - O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) denunciou, hoje, uma “situação caótica, de quase rotura”, na urgência do Hospital de Portalegre, indicando que o número de doentes internados ultrapassa em muito a lotação do serviço.

Em comunicado enviado à Rádio Portalegre, o SEP revelou que para uma lotação de 18 internamentos, o número ascende aos 30, e esta terça feira, chegou aos 43.

 

No mesmo comunicado o SEP apontou ainda para a ausência de reforço de enfermeiros no serviço.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses insiste ser urgente a admissão de 150 enfermeiros para a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), de acordo com a aplicação das fórmulas de cálculo da Ordem dos Enfermeiros para as dotações seguras.

Além da admissão de enfermeiros, o SEP defende um maior investimento nos cuidados de saúde primários, caso contrário, as pessoas vão continuar a considerar o serviço de urgência como única opção, pois não encontram as respostas adequadas noutras unidades de saúde.

A concluir, o SEP alerta que “a manter-se esta situação no serviço de urgência do Hospital de Portalegre poderá estar em causa a qualidade e a segurança dos cuidados prestados”.