foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpgfoto7.png

 

Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 anos ao serviço da região

UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA 

Campo Maior:Requalificação da Fortificação Abaluartada é a maior obra de recuperação do património no âmbito do Alentejo 2020

A imagem pode conter: 4 pessoas, ar livre

(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, sublinhou, esta sexta feira, que a requalificação da Fortificação Abaluartada de Campo Maior é a “maior obra de recuperação do património” aprovada no âmbito do Alentejo 2020.

 

De acordo com Pedro Marques a obra implica um investimento de 5 milhões de euros, sendo que para este tipo de intervenções, através do Alentejo 2020, foram aprovados um total de 60 milhões de euros.

O governante assinalou que a concretização desta obra é igualmente “uma devolução de um património à vila e aos portugueses, que por condições de ocupação ilegal, esteve durante muito tempo sem ser usufruído”.

As obras de requalificação das Muralhas de Campo Maior deverão estar concluídas até ao final do mês de dezembro deste ano. Junto das Muralhas será edificado um Museu dedicado às Festas do Povo, com conclusão prevista para o fim do primeiro semestre de 2020.

Em declarações aos jornalistas, o presidente da Câmara de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, salientou que em termos turísticos estas obras colocarão aquela vila alentejana num “panorama completamente diferente” da realidade atual.

Nesta deslocação a Campo Maior o ministro Pedro Marques foi acompanhado pelo secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza.