foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpgfoto7.png

 

Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 anos ao serviço da região

UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA 

Futebol/Distrital Portalegre: Batalha campal acaba com o jogo Mosteirense-Portalegrense

(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) O jogo Mosteirense – Portalegrense, da décima primeira jornada da Liga Francisco Gil, este domingo, foi dado como terminado antes de concluída a totalidade do tempo de compensação, e com o resultado em 2-2, devido a agressões entre jogadores e adeptos de ambas as equipas.

 

Uma autêntica batalha campal levou o árbitro a acabar o jogo dez segundos antes de se esgotarem os 4 minutos de compensação.

A Rádio Portalegre apurou que os confrontos tiveram origem num desentendimento entre dois jogadores, numa disputa de bola, e posteriormente adeptos de ambas as equipas invadiram o campo, gerando-se uma “onda” de agressões verbais e físicas.

Depois de terminado o jogo o árbitro mostrou quatro cartões vermelhos a dois jogadores de cada equipa.

Em declarações à Rádio Portalegre o presidente do FC Mosteirense, Fernando Martins, lamentou a forma como terminou o jogo e acusou a equipa de arbitragem de ter favorecido o Portalegrense, afirmando que os árbitros da Associação de Futebol de Portalegre (AFP) “são demasiado maus para continuarem a arbitrar neste distrital”.

O porta-voz do Portalegrense, Nuno Coelho, por seu turno, lamentou que o final do jogo fique “manchado” com acontecimentos que em nada valorizam o futebol.

Nuno Coelho disse ainda não ter ficado satisfeito com o empate, considerando que o Portalegrense foi a equipa mais forte.

O Mosteirense lidera o campeonato com 23 pontos, enquanto o Portalegrense é quarto classificado com 16.

Noutro encontro desta ronda, o vice líder Eléctrico goleou por 5-0 em casa do Gafetense.

Em declarações à Rádio Portalegre o treinador do Elétrico, Hugo Lopes, diz que a exibição da sua equipa “foi bem conseguida”, o que permitiu arrecadar os três pontos sem sofrer golos.

Por parte do Gafetense, o treinador, Vitor Nozes considera que a vitória do Elétrico “foi merecida, mas exagerada”.

O Elétrico está agora a um ponto do lider Mosteirense, com 22 pontos, o Gafetense é oitavo, com 6 pontos.

Ainda nesta ronda o FC Crato perdeu, por 3-2, na deslocação aos Gavionenses. O Crato está em quinto com 15 pontos, os Gavionenses em sexto com 14.

No único encontro desta jornada, antecipado para sábado, o Fronteirense ganhou 3-1 na receção ao Castelo de Vide, sétimo posicionado(8pts), e subiu ao terceiro lugar da classificação, agora com 17 pontos.

Em declarações à Rádio Portalegre o treinador do Fronteirense, Pedro Canário, admitiu que o seu conjunto entrou mal na partida ao sofrer um golo no primeiro minuto, contudo sublinhou que conseguiram reagir e dominar o jogo, considerando o resultado justo.

Do outro lado, o treinador do Castelo de Vide, Daniel Reia referiu que a sua equipa poderia ter conseguido outro resultado, se não tivesse desperdiçado as oportunidades de golo criadas.

Nesta ronda folgou a Terrugem que se encontra no nono e último lugar com 3 pontos.