foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre 30 Anos de Emissões Regulares

Terça-feira, 19/3, assista a mais um Real e Politico, o programa de debate da atualidade politica na sua Rádio.

Portalegre:Socialista Luís Testa quer que as colheitas de sangue para análises voltem a ser feitas junto ao Centro de Saúde

Nenhuma descrição de foto disponível.

(Por Gabriel Nunes) - O deputado socialista, Luís Testa, quer que o serviço de colheitas de sangue para análises volte a funcionar junto ao Centro de Saúde de Portalegre, assegurado por técnicos do Laboratório de Saúde Pública, ou em alternativa por enfermeiros da ULSNA.

 

As colheitas deixaram ser feitas desde 27 de junho de 2018 nas instalações do Centro de Diagnóstico Pneumológico (CDP), junto ao Centro de Saúde de Portalegre e passaram a ser realizadas apenas no hospital de Portalegre. 

Esta situação resultou no congestionamento do serviço do Hospital de Portalegre onde são feitas as colheitas do Hospital de Portalegre, com uma afluência diária que muitas vezes ultrapassava a centena de pessoas.

Devido a este congestionamento os responsáveis pela unidade hospitalar decidiram que a partir desta sexta feira as colheitas só se realizam mediante marcação prévia, e com um limite de 80 utentes.

Numa pergunta dirigida ao Ministério da Saúde o deputado Luís Testa alerta que o facto dos utentes passarem a ter que se deslocar ao serviço hospitalar, apenas para realizar colheitas, “contraria todas as boas práticas”

Segundo o socialista, o “laboratório hospitalar passou também a estar congestionado com as colheitas suplementares que começou a realizar e, com isso, prejudicando a sua tarefa nuclear de apoio à atividade hospitalar”.

 Assim, o deputado do PS perguntou à ministra da Saúde se é possível que os técnicos do Laboratório de Saúde Pública voltem a prestar o serviço, com a celebração do protocolo de colaboração com a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).

Em alternativa, Luís Testa quer saber se não é possíveis as colheitas serem feitas pelos enfermeiros do Centro de Saúde de Portalegre, “como aliás acontece em todos os outros centros de saúde do distrito de Portalegre”.