foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Violência doméstica: Portalegre diz #Nãoaofeminicídio em dia de luto nacional

Resultado de imagem para luto nacional

Portalegre assinala esta quinta feira o Dia de Luto Nacional pelas vitimas de violência doméstica com a inauguração, às 18:30 da exposição de rua “Não ao Feminicídio”, que pode ser visitada até domingo na Praça da República.

 

Na mostra estarão representadas simbolicamente 10 cruzes  e peças de roupa feminina de cor vermelha, em honra das vítimas de feminicídio ocorridas até ao momento.

Esta iniciativa integra o movimento Nacional Nós por Elas, que procura mobilizar a população portuguesa, em diferentes cidades do país, na homenagem às vítimas de violência doméstica e reivindicando mais meios para as apoiar e proteger e menos complacência com os agressores.

Em declarações à Rádio Portalegre, Liliana Gonçalves, porta voz da organização, considera importante o Dia de Luto Nacional para chamar a atenção para a problemática, no entanto afirma ser necessário desenvolver outras ações de sensibilização nos outros dias.

Liliana Gonçalves lembrou que, nos últimos 11 anos registaram-se 428 feminicídios e 497 tentativas de crime, lamentando que em resultado desta violência doméstica famílias inteiras fiquem destruídas e que mais de mil crianças fique órfã de mãe.

O Dia de Luto Nacional pelas vítimas de violência doméstica assinala-se pela primeira vez em Portugal, tendo sido decretado pelo Governo com o intuito de consciencializar sobre o problema e homenagear as vitimas.