foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre 30 Anos de Emissões Regulares

Terça-feira, 19/3, assista a mais um Real e Politico, o programa de debate da atualidade politica na sua Rádio.

Volume de armazenamento da albufeira do Caia já se encontra abaixo dos 35 por cento mas o uso da água ainda não foi restringido

A imagem pode conter: ar livre(Por Gabriel Nunes/Susana Mourato) - O volume de armazenamento da albufeira do Caia, distrito de Portalegre, já está abaixo dos 35 por cento, mas ma Associação de Beneficiários do Caia ainda não decidiu restringir o uso da água, sobretudo para a rega.

 

Em declarações à Rádio Portalegre, Aristides Chinita, gestor da Associação de Beneficiários do Caia, disse que a situação “não é positiva, mas não é tão má como a que se registava no ano passado por esta altura do ano”.

Contudo, admitiu a possibilidade de restringirem o uso da água para todas as culturas instaladas no perímetro de regra, se não entrarem mais recursos hídricos na albufeira, até ao início do verão.

Questionado se o abastecimento água às populações servidas pela albufeira, Aristides Chinita, indicou que as reservas hídricas são suficientes para três anos, embora a qualidade da água possa “diminuir um pouco.

O mesmo responsável revelou que o volume armazenado atualmente é na ordem dos 65 milhões de metros cúbicos de água, o que corresponde a 34,6 por cento da capacidade total, que é de cerca de 190 milhões de metros cúbicos.

A albufeira do Caia serve as populações do concelhos de Elvas, Campo Maior, Arronches e Monforte, no Alto Alentejo.