foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Nisa: Ativistas concentram-se em Cedillo para exigir o encerramento da Central Nuclear de Almaraz

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, nuvem e ar livre

Ativistas ambientais de Portugal e Espanha voltam a manifestar-se pelo encerramento da Central Nuclear de Almaraz, sábado, na Barragem de Cedillo, em Nisa.

 

Os ambientalistas exigem medidos mais firmes, por parte dos dois Governos, alegando que a central nuclear tem tido incidentes com regularidade, existindo situações em que já foram medidos níveis de radioatividade superiores ao permitido.

A central de Almaraz fica situada junto ao rio Tejo, na província de Cáceres, em Espanha, a cerca de 100 km da fronteira com Portugal. Esta proximidade geográfica faz com que, em caso de acidente, quer por contaminação das águas ou via atmosférica, os portugueses sejam vitimas dos impactes imediatos em toda a zona fronteiriça, em especial nos distritos de Castelo Branco e Portalegre.

Há vários anos que os ambientalistas alertam para os perigos desta central nuclear. Sábados voltam a exigir, sobretudo que não seja renovado o pedido de licença de funcionamento de central de Almaraz, para além de 2020, com a certeza de que a continuidade em funcionamento, por mais dez ou vinte anos, representará um dos maiores perigos para toda a Península Ibérica e a Europa.

Os ativistas vão concentrar-se às 11h30, junto à Barragem de Cedillo, em Nisa, formando um cordão humano que simboliza a ligação pretendida entre as duas margens do rio Tejo.

Durante a tarde, a partir das 16h00 os participantes na iniciativa vão também concentrar-se na jazida de urânio da Maria Dias, em Monte Claro, para manifestar mais uma vez a sua oposição a qualquer tipo de projetos de exploração de urânio na região de Nisa e exigir a recuperação da jazida existente no local.

A concentração é organizada pelo Movimento Ibérico Antinuclear (MIA) composto por coletivos ambientalistas e instituições de Portugal e de todo o Estado Espanhol.

Carla Aguiã