foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Politécnico quer estudantes africanos em Portalegre

A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir, closeup

O presidente do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), Abano Silva, diz que a instituição fica “melhor, mais internacional e responsável” com estudantes africanos.

Segundo Albano Silva, o sentido de responsabilidade advém do facto do politécnico estar a “ajudar a qualificação de cidadãos de países amigos e de língua portuguesa”.

 

O dirigente, que falava durante as celebrações que assinalaram, esta quinta-feira, o “Dia de África” no auditório Dr. Francisco Tomatas, no Campus Politécnico, acrescentou que a instituição “quer os estudantes africanos em Portalegre”.

O “Dia de África” vestiu o auditório com as cores, danças e sabores tradicionais dos países de origem do Núcleo de Estudantes Africanos do Instituto Politécnico de Portalegre, responsável pela organização do evento.

Em declarações à Rádio Portalegre, Fábio Neves, da organização, disse que atualmente há cerca de 70 estudantes africanos no politécnico.

A estudar em Portalegre há dois anos, Fábio está bem integrado, considerando que a maior barreira para os estudantes africanos é a distância das famílias, pessoalmente disse que escolheu o IPP por estar numa cidade calma, que oferece tranquilidade de espírito.

Danças, teatro, um desfile de moda e uma mostra de gastronomia celebraram África no IPP, um dia em que a multiculturalidade passou da teoria à prática.

Carla Aguiã