foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rádio Portalegre, a Mais Ouvida do Alentejo - 30 anos ao serviço da região

Boas Festas - Feliz Natal

Autárquicas/Portalegre: vice-presidente do PSD admite que “nenhum dirigente político fica satisfeito” ao saber que ex-militantes ou autarcas do partido decidem “virar-lhe as costas”

O vice-presidente do PSD, Marco António Costa, admitiu hoje em Portalegre, que “nenhum dirigente político fica satisfeito” ao saber que ex-militantes ou autarcas, que acompanharam o partido nos últimos anos, decidem “virar-lhe as costas”.

As declarações de Marco António Costa podem ser interpretadas como uma crítica à atual presidente da Câmara de Portalegre, Adelaide Teixeira, eleita nas listas do PSD nas autárquicas de 2009, e que agora encabeça uma lista de independentes.

O social democrata exortou ainda o candidato da coligação PSD/CDS-PP à Câmara de Portalegre, Jaime Azedo, a dar uma oportunidade “aqueles que viraram as costas ao PSD” para se juntar ao “comboio do desenvolvimento”, quando for eleito presidente do município.

O candidato da coligação PSD/CDS-PP respondeu ao repto lançado pelo vice-presidente do PSD afirmando que o trabalho da sua candidatura “não se esgota na campanha eleitoral”.

Para Jaime Azedo a sua equipa tem “a grande responsabilidade de tornar Portalegre uma cidade autêntica e sustentável”, e com capacidade para “liderar o Alto Alentejo”.

Com apostas no reforço do tecido económico e no sector turístico, bem como na melhoria da qualidade de vida, Jaime Azedo, prometeu “ajudar a cicatrizar a ferida no orgulho dos portalegrenses”.

Jaime Azedo falava na sede de campanha da sua candidatura, ponto de partida para um périplo que o vice-presidente do PSD efetuou esta sexta feira por alguns concelhos do Alto Alentejo.

Gabriel Nunes/Tiago Silva