foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Gala 30 anos da Rádio Portalegre dia 31 de Outubro no CAE de Portalegre - esteja atento às emissões da sua Rádio

Ordem dos Enfermeiros alerta existir "risco real" de encerramento da maternidade do hospital de Portalegre

Nenhuma descrição de foto disponível.

(Por Gabriel Nunes) - O presidente da Secção Regional Sul da Ordem dos Enfermeiros, Sérgio Branco alertou, hoje, que existe “um risco real de encerramento” da maternidade do hospital de Portalegre, devido à falta de enfermeiros especialistas.

 

Em declarações à Rádio Portalegre, Sérgio Branco afirmou que os enfermeiros especialistas que prestam serviço na maternidade “não são em número suficiente para garantir cuidados de segurança às parturientes e aos bebés”.

Segundo o dirigente para garantir o funcionamento em segurança da maternidade do hospital de Portalegre são precisos pelo menos mais 10 enfermeiros.

Sérgio Branco falava na sequência de um périplo de quatro dias que a Secção Regional Sul da Ordem dos enfermeiros efetuou pelas unidades de saúde do distrito de Portalegre para analisar as condições e qualidade de trabalho em que mais de 800 enfermeiros exercem a profissão.

A iniciativa, designada de “Enfermagem@Sul”, envolveu quatro equipas da Ordem dos Enfermeiros, constituídas por elementos da direção da Seção Regional Sul e por peritos em várias áreas de enfermagem.

O distrito de Portalegre conta atualmente com um total de 860 enfermeiros para uma população de 118 500 habitantes distribuída por 15 municípios.

Em média, a região conta sete enfermeiros por mil habitantes, média abaixo da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico) que ronda os 9,3/1000 habitantes.