foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre 30 Anos de Emissões Regulares

Domingo, 17/02, assista à Tarde Desportiva a partir das 14h00 com os relatos dos jogos: Crato-Terrugem, Eléctrico-Mosteirense e Portalegrense-Gavionenses

Fundação Robinson "aqueceu" debate autárquico com candidatos à Câmara de Portalegre

A Fundação Robinson foi um dos temas que marcou o debate autárquico, promovido pela Rádio Portalegre, quarta feira, com os cinco candidatos à Câmara de Portalegre nas eleições de domingo.

O candidato da coligação PSD/CDS-PP considera que a Fundação Robinson se deve manter em atividade, mas defende a realização de uma auditoria às contas da instituição.

Jaime Azedo referiu ainda que a Fundação “não pode ser instrumentalizada pela Câmara Municipal, e que “não deve ser utilizada para objetivos que não sejam claros”.

O candidato do PS, por seu turno, alerta para a necessidade da gestão da Fundação ser “completamente transparente”, ao contrário do que tem acontecido.

Para José Pinto Leite o propósito da Fundação de preservar o património e da memória da cidade, ligados à atividade corticeira deve ser mantido, mas “existem outros veículos que o podem fazer, nomeadamente uma empresa municipal ou mesmo um departamento da autarquia”.

Já a candidata da CLIP e atual presidente da Câmara de Portalegre deixou bem claro que caso seja eleita presidente do município a Fundação Robinson vai continuar em atividade.

Respondendo às acusações de falta de transparência na gestão e ao pedido de uma auditoria à Fundação, Adelaide Teixeira referiu ainda que as contas da Fundação são auditadas e vão a Conselho de Ministros.

Para o candidato do BE a Fundação Robinson “nunca deveria ter nascido”. Segundo José Manuel Basso a instituição foi criada para “ocultar outras coisas, entre as quais “fugir às regras da administração pública em matéria de concursos para grandes projetos”.

O candidato da CDU responsabilizou a Câmara de Portalegre e a Fundação de não terem cumprido a sua missão ao deixarem encerrar a empresa corticeira Robinson.

Luís Pargana criticou ainda a autarquia por não ter adquirido o património da arqueologia industrial da fábrica Robinson para pagar os créditos aos trabalhadores que foram para o desemprego e que continuam por liquidar.

A “Operação Autárquicas 2013” da Rádio Portalegre prossegue domingo com uma emissão especial, com início ás 19:00, para levar a todos os resultados eleitorais dos 15 concelhos do Alto Alentejo.

Gabriel Nunes