foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Uma Rádio feita de passado, presente e futuro sempre a pensar em si

Baja Portalegre/Carros:Luta "titânica" pela Taça Bajas da FIA e Campeonato Nacional

610_7806

(Por Gabriel Nunes) - Alexandre Ré parte como o grande favorito para conquistar o Nacional de Todo-o-Terreno de 2019 na Baja de Portalegre, mas Tiago Reis e Pedro Dias da Silva estão à espera de um deslize do líder do campeonato para lhe “roubarem o ouro”.

 

À entrada para a última prova do campeonato Alexandre Ré contabiliza 85 pontos, mais 20 do que Tiago Reis e Pedro Dias da Silva, mas ainda há pontos para deitar fora para Ré e Dias da Silva, e como estão em disputa 29 pontos na Baja de Portalegre, ainda ninguém pode cantar vitória.A luta pela conquista do campeonato pode ainda ser influenciada por outros pilotos como João Ramos, Miguel Barbosa ou Nuno Matos, que podem “roubar” pontos aos três primeiros classificados.

O piloto de Portalegre, Nuno Matos chega à Baja da sua terra natal em sétimo lugar do campeonato, com apenas 27 pontos, e já sem possibilidade de lutar pelo título.

Em declarações à Rádio Portalegre Nuno Matos mostrou-se “ansioso” pelo arranque da prova, quer pelo menos terminar e revelou que o grande problema prende-se com “a falta de ritmo”.

Ainda nos carros, a Baja de Portalegre vai também decidir o campeão da Taça do Mundo de Ralis de Todo-o-Terreno – Bajas da Fia.

Neste particular prevê-se uma luta “titânica” uma vez que o líder, o russo Vladimir Vasilyev, chega a Portalegre com apenas um ponto de vantagem para o argentino Orlando Terranova e mais três do que o polaco Jakub Przygonksi.

Esta sexta-feira os carros começam com os 5,3 quilómetros competitivos do prólogo, logo a partir das 10:30, ao que se juntam cerca de 80 quilómetros do SS2 com a partida em Gavião, às 15:15, e chegada do primeiro, prevista para as 16:30 a Nisa:

O último dia (sábado) é preenchido com dois setores seletivos: o primeiro, com 191,75 km, começa em Ponte de Sor às 07:50 e fecha em Alter do Chão, para o primeiro, às 10:05, e o segundo, na extensão de 211,78 km, arranca às 13.45 no Crato e termina em Portalegre a partir das 16:15.