foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Gala 30 anos da Rádio Portalegre dia 31 de Outubro no CAE de Portalegre - esteja atento às emissões da sua Rádio

Função Pública:salários acima de 600euros vão sofrer corte de 10%. Sindicato considera uma "brutalidade"

O coordenador do Sindicato em Funções públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas, Jorge Ventura, considera “uma brutalidade” o corte de 10% que o governo pretende aplicar aos salários dos funcionários públicos acima de 600 euros.

O corte não poderá resultar num salário mensal inferior a 600 euros e deverá ser aplicado a todos os funcionários públicos, mesmo que as carreiras não estejam inseridas na tabela remuneratória em vigor desde 2009.

Em declarações à Rádio Portalegre, o sindicalista disse que o Governo pretende acabar com os funcionários públicos que ainda há pouco tempo sofreram cortes salariais.

Jorge Ventura diz mesmo que “o mundo está louco”, afiançando que “este é o maior corte até à data, desde a entrada da troika”, em Portugal.

De acordo com o Correio da Manhã, mais de 400 mil trabalhadores do Estado vão perder mais de um ordenado por ano. A diminuição do vencimento é conseguida através da revisão da atual tabela remuneratória única.

Os novos salários vão ser fixados numa portaria conjunta da ministra das Finanças e do primeiro-ministro.

Passos Coelho, em carta enviada em maio à troika, comprometeu-se a diminuir as despesas com pessoal em 445 milhões de euros, através de uma nova tabela remuneratória única e de uma tabela única de suplementos.

Susana Mourato