foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Campo Maior: Crime de violência doméstica condena agressor ao uso de pulseira eletrónica

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e grande plano

Um homem de 44 anos de idade foi detido, em Campo Maior, pelo crime de violência doméstica. Presente ao tribunal Judicial de Portalegre, esta quarta feira, foi-lhe aplicada a medida de coação de controlo à distância com recurso a pulseira eletrónica.

 

Em nota de imprensa, enviada à Rádio Portalegre, a GNR esclarece que a detenção ocorreu através do Núcleo Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE).

De acordo com a GNR o processo de investigação pelo crime de violência doméstica, permitiu apurar que o suspeito agrediu fisicamente a sua companheira, de 36 anos, de forma reiterada, existindo anteriormente um processo pelo mesmo tipo de crime, que se encontrava suspenso.

Na sequência da investigação, foi dado cumprimento a um mandado de detenção que culminou na detenção do agressor.

Ao agressor foram ainda aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto com a vítima, proibição de se aproximar da residência, ou outros locais em que a vítima se encontre, a proibição de contacto por qualquer meio presencial ou por outros meios de comunicação designadamente telefónica ou via eletrónica, num raio de 750 metros.

(Carla Aguiã)