foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Campo Maior: Capela dos Ossos em obras

A Capela dos Ossos, em Campo Maior, a segunda maior do país, está a ser alvo de obras de reabilitação e beneficiação, num investimento que ascende a 230 mil euros, financiado a 75 por cento por fundos comunitários.

 

Em declarações à Rádio Portalegre, o presidente da autarquia de Campo Maior, João Muacho disse que a obra tem como principal objetivo a conservação e anulação do processo de degradação, bem como a devolução da dignidade ao conjunto patrimonial, promovendo a sua preservação para as gerações futuras.

O autarca explicou que a intervenção, que considera ser uma “mais-valia” para a oferta turística do concelho, está a ser feita ao nível da conservação da própria capela, beneficiação dos espaços anexos, eliminação das barreiras arquitetónicas para facilitar o acesso a pessoas com mobilidade reduzida e a instalação de um sistema audiovisual.

O prazo de execução da obra é de cerca de oito meses.

A Capela dos Ossos de Campo Maior foi construída em 1766 após a explosão num paiol que provocou a morte de mais de dois terços da população em 1732.

O interior do edifício foi construído recorrendo às ossadas das vítimas desta tragédia. 

Anexada à Igreja Matriz de Campo Maior, esta é a segunda maior do país, encontrando-se em Évora a maior Capela dos Ossos, na Igreja de São Francisco.

 

 

(Susana Mourato)