foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rádio Portalegre, a Mais Ouvida do Alentejo - 30 anos ao serviço da região

Boas Festas - Feliz Natal

Baja Portalegre/autos:Holowczyc foi o melhor e conquista título mundial

Krysztof Holowczyc venceu a edição de 2013 da Baja Portalegre. O piloto polaco foi o mais forte ao longo dos dois dias de prova e não só repetiu a vitória que já tinha alcançado em 2010 como ainda conquistou a Taça do Mundo da especialidade.

Num dia histórico para o todo-o-terreno na Polónia, o seu compatriota, Martin Kaczmarski, que também esteve em Portalegre com um Mini All4 Racing preparado pela X-Raid, teve uma estreia em grande, com o segundo posto absoluto. Com o português, Filipe Palmeiro, como co-piloto, o jovem polaco terminou a 1m20s do vencedor.

Quem também tem razões para celebrar é Pedro Grancha. Terceiro classificado e melhor português em prova, o campeão nacional de 2005 nunca tinha obtido um resultado tão bom em Portalegre. O piloto de Cascais concluiu os cerca de 420 quilómetros de prova a 19m34s de Holowczyc.

O também polaco, Marek Dabrowski, concluiu a sua participação com um quarto lugar, enquanto o russo Boris Gadasin, fechou o lote dos cinco primeiros. 

Apesar de não ter chovido, o percurso estar praticamente seco, houve inúmeros pilotos a terem problemas, entre os quais Rui Sousa, que nem concluiu a super-especial, Miguel Barbosa, campeão nacional de TT que abandonou ao fim de 15 quilómetros da primeira etapa de sábado, e Nuno Matos, que ficou pelo caminho com problemas de transmissão no Opel Mokka Proto.

Reinaldo Varela, o brasileiro que assumiu estar em Portalegre para vencer, foi outro dos pilotos que teve problemas. Com estes incidentes, as equipas mais constantes acabaram por subir na classificação e é por isso que o melhor T2 acabou em sexto. 

Nesta categoria específica, a vitória foi para o italiano Elvis Borsoi, mas o russo Alexander Baranenko também comemorou pois conquistou a Taça do Mundo ao terminar em terceiro. O melhor português foi Alexandre Franco, que terminou em segundo a 14m11s do vencedor. 

No evento nacional, o triunfo foi para Carlos Almeida. O segundo classificado foi Rui Marques, a 10m01s do vencedor, e Etelvino Carvalho completou o pódio. O terceiro posto nesta competição valeu, ainda a vitória no Desafio Mazda que será decidido na próxima prova organizada pelo ACP, as 24 Horas TT de Fronteira, que se realizam entre os dias 28 deste mês e 1 de Dezembro.