foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 31 Anos ao Serviço da Região

Fique Em Casa / Cumpra as Normas da DGS / Proteja-se Por Si e Pelos Outros

Marvão: Ausência de turistas espanhóis está a “apagar” a economia

Pode ser uma imagem de céu e montanha

Marvão precisa de turistas “como de pão para a boca”. O presidente da autarquia local voltou, hoje, a defender a reabertura da fronteira com Espanha, frisando que a falta de turistas está a “apagar” a economia.

 

Luís Vitorino diz que o Governo deve tomar medidas em função da evolução da pandemia nas diferentes regiões do país, considerando que “não faz sentido manter as fronteiras fechadas”, sobretudo em territórios com baixa incidência de casos de covid-19.

Em declarações à Rádio Portalegre o autarca frisa que “todo o comércio da raia vive do turismo” e que, apesar dos poios do Estado, a retoma da atividade é essencial para manter os postos de trabalho.

Luís Vitorino criticou ainda a limitação de horário no ponto de passagem autorizado na fronteira de Marvão.

Os pontos de passagem autorizados destinam-se apenas ao transporte de mercadorias, trabalhadores transfronteiriços e veículos de emergência e socorro.

Em Marvão, desde 31 de Janeiro, 71 pessoas foram impedidas de circular na fronteira.

(Carla Aguiã)