foto5.png

Portalegre:comandante da PSP diz que número de atropelamentos registado na cidade desde o início do ano "não é normal"

O comandante da PSP de Portalegre considerou hoje “anormal” o número de atropelamentos ocorridos na cidade nos primeiros vinte dias de 2014, exortando os condutores a diminuir a velocidade junto das passadeiras, e os peões a observar alguns cuidados antes de iniciar a travessia da faixa de rodagem.

Desde o início do ano e até ao dia 20 deste mês já foram registados três atropelamentos na cidade de Portalegre, o mesmo número de ocorrências durante todo o ano de 2013, dos quais resultaram um morto, dois feridos graves e dois feridos ligeiros.

Em declarações a esta estação emissora, o comandante da PSP, Joaquim Simão, referiu que os atropelamentos resultam, sobretudo, da “falta de cuidado, quer dos automobilistas, quer dos peões”.

Joaquim Simão defende que condutores e peões devem adaptar os seus procedimentos às condições climatéricas, estado do piso, marcação de passadeiras e iluminação pública, tentando reduzir a probabilidade de acidente.

O mesmo responsável admitiu ainda que a iluminação pública em alguns locais da cidade é “deficiente”, revelando que, apesar de não ser um assunto da esfera da policia, está na agenda da PSP de Portalegre, para a próxima reunião da Comissão Municipal de Trânsito.

Gabriel Nunes