foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

Alentejo2020

Portalegre:presidente do IPP aplaude intenção de criar bolsa de mobilidade para estudantes que escolherem tirar curso no interior do país

O presidente do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), Joaquim Mourato, congratulou-se hoje com a intenção do Ministério da Educação em criar uma bolsa de mobilidade para estudantes que escolherem tirar um curso numa universidade ou politécnico no interior do país.

Este "incentivo" à captação de alunos para as instituições em regiões mais deprimidas faz parte do Programa + Superior, que está a ser discutido pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC) com as instituições de ensino superior, recorrendo a fundos comunitários, que devem ser negociados com as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR).

Em declarações à Rádio Portalegre, o presidente do IPP referiu que a criação de um bolsa de mobilidade, “é uma ideia antiga” que visa, sobretudo, “estimular o movimento de estudantes do litoral para o interior”, como forma de “travar o despovoamento das regiões mais deprimidas”.

Segundo o dirigente, as instituições de ensino superior do interior do país têm “condições muito boas para receber os estudantes sem ser necessário adicionar novos encargos”.

Ainda não existe uma data para a entrada em vigor do Programa + Superior, mas os politécnicos esperam que seja já no próximo ano letivo.

Gabriel Nunes