foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Gala 30 anos da Rádio Portalegre dia 31 de Outubro no CAE de Portalegre - esteja atento às emissões da sua Rádio

Portalegre foi o terceiro distrito do país onde menos pessoas recorreram aos serviços da APAV em 2013.

Portalegre, foi o terceiro distrito do país, onde menos pessoas recorreram aos serviços da Associação Portuguesa de Apoio à Vitima (APAV) durante o ano de 2013.

De acordo com o relatório anual de 2013 da APAV, no distrito de Portalegre 29 vítimas socorreram-se dos serviços da associação no ano passado.

Já Beja foi o distrito com menos registos, contabilizando um total de 21 casos. Ao lado do distrito alentejano, com menos vítimas está a Guarda com 26.

A Associação de Apoio à Vitima (APAV) contabilizou, no ano passado, 37.222 atendimentos, tendo os técnicos da instituição desenvolvido 11.800 processos e apoiado 8.733 vítimas diretas de um ou mais crimes.  

De acordo com a mesma fonte os utentes apoiados pela APAV em 2013 relataram ter sido vítimas diretas de 20.642 crimes.

Tal como em ano anteriores, são os crimes praticados no âmbito da violência doméstica os que representam mais de 80 por cento dos registos da APAV.

A Associação realça ainda que os crimes contra as pessoas, designadamente os contra a integridade física e liberdade pessoal, entre outros, somaram um total de 12,3 por cento dos crimes em 2013.

Os grandes centros urbanos são os que têm mais casos assinalados. A cidade com maior registo é Lisboa com 19,7% do total, seguindo-se o Porto (10,4%).

Gabriel Nunes