foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

Alentejo2020

Quercus aponta como maiores fraquezas do PNSSM a instalação "ilegal" de um campo de golfe e a construção de um parque eólico

A Quercus apontou hoje como “maiores fraquezas” identificadas pela associação ambientalista no Parque Natural da Serra de São Mamede (PNSSM) a “instalação ilegal” de um campo de golfe e a construção de um parque eólico.

Em declarações a esta estação emissora, esta segunda feira, dia em que se assinala o 25º aniversário da criação daquela que é a única área protegida do distrito de Portalegre, o presidente da Quercus de Portalegre, condenou ainda a “instalação irregular” de vedações de grandes dimensões na zona norte do PNSSM.

José Janela alertou ainda para os problemas que podem advir da progressiva redução de recursos humanos afetos ao Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas.

Apesar dos problemas identificados, o dirigente ambientalista referiu que o Parque Natural da Serra de São Mamede apresenta enormes potencialidades nos sectores como o turismo, a agricultura e a investigação científica.

Gabriel Nunes