foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - 30 Anos ao Serviço da Região Alentejo

Greve dos médicos com adesão entre 40 a 50 por cento nos hospitais de Portalegre e de Elvas

Cerca de metade dos médicos dos hospitais de Portalegre e Elvas aderiram ontem ao primeiro de dois dias de greve nacional dos clínicos.

De acordo com o Sindicato dos Médicos da Zona Sul, no hospital de Portalegre, a adesão à greve na terça feira rondou os 50 por cento.

Segundo a fonte sindical, o bloco operatório daquela unidade hospitalar esteve a funcionar apenas para urgências e houve consultas que ficaram por se realizar,

Contactado pela Rádio Portalegre, o porta voz do Gabinete de Comunicação da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), Ilídio Pinto Cardoso, indicou que a adesão à greve nos hospitais de Portalegre e Elvas rondou os 40 por cento.

O mesmo responsável referiu que no primeiro dia de greve dos médicos todos os serviços dos dois hospitais funcionaram dentro da normalidade.

O protesto, que começou às 00:00 de ontem e decorre até às 24:00 desta quarta-feira, foi convocado pela Federação Nacional dos Médicos (FNAM) e conta com o apoio da Ordem, de várias associações do setor e também de pensionistas e doentes.

 Gabriel Nunes