foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Alto Alentejo:mais de 60 professores com "horário zero" a partir de Setembro

A partir de Setembro, centenas de horários de Quadros de Escola (QE) e de Zona Pedagógica (QZP) poderão desaparecer.

Segundo um levantamento realizado pelo Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) junto das escolas, a partir de Setembro, serão mais de 60 “horários zero” existentes no distrito de Portalegre.

Apesar dos números ainda não serem os finais, uma vez que poderão ainda haver alterações, o sindicato afirma já serem “indicativos de uma situação muito grave”.

Os sindicalistas apelidam de “escandaloso” o número de professores que não terão um horário mínimo de 6 horas letivas, considerando por isso “evidente a agressividade das medidas tomadas para reduzir o número de docentes no sistema”.

Em declarações à Rádio Portalegre, Ana Luísa Pinheiro, do Sindicato dos Professores da Zona Sul, explicou que o distrito perdeu mais de duas dezenas de professores desde 2011 e apontou o dedo ao Governo pelo agravamento do ensino.

Serão quase três centenas, os professores da zona sul com “horários zero” a partir de Setembro. 

Susana Mourato/Rui Canatário

 

(Ana Luísa Pinheiro - Sindicato dos Professores da Zona Sul)