foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Portalegre:SPZS repudia cortes orçamentais no ensino superior

O Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS) repudiou hoje o anúncio do corte de 1,5% por parte do Governo nos orçamentos das instituições de Ensino Superior.

À Rádio Portalegre, José Janela, do sindicato, revelou que a FENPROF está solidária com os politécnicos e universidades, e lamenta que se mantenham ”estes cortes cegos”, mostrando-se muito preocupado com o futuro da educação.

José Janela afirmou ainda que “a redução a que se tem assistido nos últimos anos nas dotações do Orçamento de Estado para as instituições de ensino superior público fazem crescer o clima de insegurança, quer quanto à assunção dos seus próprios compromissos, quer quanto às responsabilidade que cada uma tem com o funcionamento dos vários serviços, com o financiamento do sistema de ensino e com a garantia do pagamento de salários e de cumprimento das regras que os estatutos de carreira determinam, designadamente em relação ao horário de trabalho e ao valor da remuneração/hora”.

Entre 2005 e 2013 houve uma perda de 200 milhões de euros das dotações orçamentais às universidades.

Em 2015, o corte deverá situar-se entre 9 a 10 milhões de euros, considerando a dotação inscrita no Orçamento para 2014 de 651 milhões de euros.

Susana Mourato

 

(José Janela - Sindicato de Professores da Zona Sul)