foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Portalegre:PS diz que requalificação na Segurança Social "prejudica" a prestação do serviço público e "empobrece" as famílias

Resultado de imagem para psO Secretariado da Federação de Portalegre do PS condenou hoje a forma como o Governo está a proceder à requalificação dos funcionários da Segurança Social, argumentando que a medida “prejudica” a prestação do serviço público.

Para o socialista, Tiago Pereira, a decisão redunda também na “precarização” das famílias dos trabalhadores em causa que, numa altura difícil, veem o seu rendimento disponível substancialmente diminuído.

Tiago Pereira refere ainda que a medida, “sem benefício evidente para as contas públicas”, tem consequências negativas a nível nacional, que pesam mais nas regiões mais deprimidas do país, como é o caso do distrito de Portalegre, onde vão ser “dispensados” 21 funcionários da Segurança Social.

O socialista acusa ainda o Governo de estar mais preocupado com a fixação dos dirigentes da Administração Pública, que correspondem às suas cores partidárias, pese embora a propagandeada implementação da “nomeação por concurso”.

Gabriel Nunes