foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Portalegre: jovens denunciam violência no namoro

O Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica do Distrito de Portalegre acompanhou, no ano passado, quatro jovens raparigas agredidas pelos namorados.

Em declarações à Rádio Portalegre, a técnica do núcleo, Carla Batista, disse que “a violência no namoro é muitas vezes encarada com uma prova de amor”.

Das quatro situações acompanhas, três jovens agredidas procuraram o apoio do núcleo presencialmente e a quarta apenas fez a denúncia telefonicamente.

Humilhações, ofensas, controlo das relações sociais e do vestuário são as agressões mais comuns em contexto de namoro, mas pontualmente os jovens que partilham relações amorosas também se agridem fisicamente.

O Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica do Distrito de Portalegre quer sensibilizar os jovens para este crime público e alertar consciências para a importância da denuncia, nesse âmbito vai lançar uma campanha que passa pela distribuição de panfletos em todas as cantinas do Instituto Politécnico de Portalegre.

Contra a violência no namoro, O Governo lançou esta semana uma campanha com o tema “Quem te ama, não te agride!”.

 Esta ação tem a preocupação de apontar diversas formas de violência e “chamá-las pelos nomes”, deixando a mensagem: “Se alguém te agride, se alguém te humilha, se alguém te controla, se alguém te isola dos amigos, isso não é amor, é violência”.

Carla Aguiã

 

(Carla Batista-NAVVD)