foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

Alentejo2020

Portalegre:presidente Assembleia Municipal de Alter do Chão defende que Alentejo deve apostar na energia nuclear

O presidente da Assembleia Municipal de Alter do Chão, Romão Trindade, defendeu hoje que o Alentejo deve apostar na energia nuclear, argumentando que é uma forma “limpa e mais barata” para a produção de eletricidade.

Romão Trindade, que falava em Portalegre, à margem de um seminário ibérico sobre “Energia Nuclear”, considerou a quarta geração de centrais nucleares “segura”, e afirmou que o Alentejo não pode ignorar esta opção.

Questionado sobre os riscos associados à produção de energia nuclear, o autarca não os subestima, mas lembra que as centrais nucleares estão sujeitas a “elevados níveis de segurança”.

O risco de acidentes inerentes à produção de energia nuclear foi um dos assuntos igualmente abordado por Luís Martinez, representante da central nuclear de Almaraz, em Espanha.

Para Luís Martinez, a maioria das pessoas considera a energia nuclear “muito perigosa”, mas “com exceção do caso Fukushima, não há registo de acidentes nas mais de 400 centrais nucleares que existem no mundo”

O seminário sobre energia nuclear, que arrancou às 09:30 da manhã no centro de congressos da Câmara de Portalegre, tem encerramento previsto para as 17:00.

Gabriel Nunes/Carla Aguiã