foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 31 Anos ao Serviço da Região

Proteja-se a si e aos seus, mantenha distância social, use máscara e lave as mãos com frequência

Portalegre:“A criação da União de Sindicatos do Norte Alentejano (USNA), há 40 anos, impediu que a situação no distrito fosse pior do que é”- Diogo Júlio

“A criação da União de Sindicatos do Norte Alentejano (USNA), há 40 anos, impediu que a situação no distrito fosse pior do que é”.

A afirmação é de Diogo Júlio, que desempenhou o cargo de coordenador da estrutura sindical durante 37 anos, dando agora lugar a Helena Neves.

Diogo Júlio, que falava esta manhã em conferência de imprensa sobre o quadragésimo aniversário da USNA, disse ainda que passados 40 anos, “o saldo do país é altamente negativo”, mas que durante este tempo os trabalhadores do distrito de Portalegre sempre puderam contar com a CGTP.

O sindicalista sublinhou ainda a importância da criação da estrutura sindical no distrito, afirmando que 40 anos depois, resiste e continua a defender os direitos dos trabalhadores.

Helena Neves é a nova coordenadora da União de Sindicatos do Norte Alentejano (USNA), e substitui Diogo Júlio.

Em declarações à Rádio Portalegre a nova coordenadora da USNA disse que pretende continuar a combater a precaridade no trabalho e a falta de emprego no Alto Alentejo de forma a contribuir para a melhoria da qualidade de vida das populações.

Helena neves disse ainda que quer contribuir para o reforço do movimento sindical no distrito de Portalegre.

A USNA vai estar presente no próximo dia 22 numa ação de luta em Lisboa, frente à Assembleia da República. Uma ação que visa “lutar contra a ofensiva de destruição das funções sociais do Estado”.

Susana Mourato