foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

Alentejo2020

Portalegre:Conselho Geral da UGT considera "catastróficos" valores do desemprego previstos para 2013 e 2014

O Conselho Geral da UGT Portalegre manifestou-se hoje preocupado com os dados apresentados pelo ministro das Finanças no âmbito da 7ª avaliação da Troika, argumentando que os valores previsíveis para o desemprego em 2013 e 2014 “são catastróficos”

Numa moção aprovada na sua última reunião, o Conselho Geral da UGT Portalegre, alerta que a espiral recessiva instalada no país por força da “austeridade excessiva”, assume contornos ainda mais preocupantes no interior do continente, como é o caso do distrito de Portalegre.

Para o Conselho Geral da UGT Portalegre a única solução para evitar uma “tragédia social sem limites na história de Portugal”, passa por uma estratégia governamental orientada para o crescimento e criação de emprego.

Nesse sentido, o Conselho Geral da UGT, apela e manifesta total apoio ao secretário-geral e ao secretariado nacional da UGT, para que continue a lutar no âmbito da Concertação Social e noutras frentes para que as “politicas troikianas” se invertam.

Gabriel Nunes