foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Portalegre:Aumento de lugares de estacionamento pago pode "cair por terra"

A proposta de mais 436 lugares de estacionamento pago na denominada Zona Branca, na cidade de Portalegre, no âmbito da renovação do contrato de concessão de estacionamento com a Resopark, pode “cair por terra”.

Em conferência de imprensa, esta sexta feira, a presidente da Câmara de Portalegre, garantiu que a proposta só avançará depois de “muito discutida” com os residentes e população em geral, e se estiverem reunidas condições necessárias para a sua criação como “bolsas de estacionamento alternativas e transportes urbanos que sirvam a zona”.

Adelaide Teixeira revelou que a proposta em causa ainda não dispõe de caderno de encargos e assumiu “alguma precipitação” pela sua apresentação em reunião camarária.

A autarca lembrou ainda que a criação da nova zona de estacionamento também terá que passar pelo “crivo” da Assembleia Municipal.

Os 436 lugares de estacionamento pago da Zona Branca estão distribuídos pela Praça João Paulo II, Avenidas do Brasil e das Descobertas e Rua D. Nuno Álvares Pereira.

Entre as novidades da renovação do contrato de concessão de estacionamento com a Resopark, por mais oito anos, aprovada na última reunião do elenco camarário, estão as isenções de pagamento de uma hora, às quartas-feiras e aos sábados, na área envolvente ao Mercado Municipal e de meia hora nos largos Frederico Laranjo e Serpa Pinto.

De acordo com o vereador com o Pelouro do Trânsito, António Landeiro, esta medida entrará em vigor no dia 17 de agosto. Já a proposta de atribuição da exploração dos parques subterrâneos, também à Resopark, será discutida na próxima reunião da Assembleia Municipal.

Gabriel Nunes/Susana Mourato