foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Portalegre:autarca local é a favor da construção do campo de golfe da Abrunheira apesar da Quercus ter chumbado o projeto

A presidente da Câmara de Portalegre manifestou-se hoje a favor da construção do campo de golfe da Abrunheira, no concelho de Portalegre, apesar da Quercus ter “chumbado” o projeto na fase de Consulta Pública, que terminou no dia 11 de abril.

Em declarações à Rádio Portalegre, Adelaide Teixeira, escusou-se a comentar a posição da associação ambientalista sobre o projeto, mas ressaltou que “se existem regras, são para ser cumpridas”.

O presidente do Núcleo de Portalegre da Quercus, considera um “absurdo” a construção do campo de golfe da Abrunheira, dadas as condições climáticas da região onde são manifestos os riscos de desertificação e onde não existe água para a rega constante de um campo de golfe.

José Janela considera a escolha do local para a construção do campo de golfe “errada”, lembrando o “clamoroso exemplo do fracasso” do Golfe da Ammaia, em Marvão, a cerca de 15 quilómetros de Portalegre, que se encontra votado ao abandono há vários anos.

O mesmo responsável alertou ainda que neste projeto "não são devidamente acautelados alguns habitats prioritários", defendendo que o Governo deve emitir uma Declaração de Impacte Ambiental “desfavorável” ao projeto em avaliação.

O projeto do Campo de Golfe da Abrunheira, com uma moldura de jogo de 18 buracos, apresentado pela empresa Herdade da Abrunheira – Projetos de Desenvolvimento Turístico Imobiliário, Lda, prevê um investimento de cerca de 4,5 milhões de euros, comparticipados em 75 por cento através de fundos comunitários.

 Gabriel Nunes/Carla Aguiã/Susana Mourato