foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

25 Abril/Crato:presidente da assembleia municipal acusa Governo de querer destruir poder local democrático

O presidente da Assembleia Municipal do Crato, Fernando Carmosino, acusa o Governo de querer destruir o poder local democrático, exortando as populações a resistir à “perigosa ofensiva”, contra aquilo que foi uma das “mais belas conquistas de Abril”.

Fernando Carmosino, eleito pela CDU, falava no auditório municipal do Crato, quarta feira à noite, na sessão solene evocativa do 39º aniversário da “revolução dos cravos”.

O comunista considera que a ofensiva contra o poder local democrático está “plasmada” na intenção do Governo em extinguir mais de mil freguesias, na lei dos compromissos, na “ruinosa” proposta de lei das finanças locais e no desejo em aprovar legislação que facilite os despedimentos na administração local.

O presidente da Câmara do Crato, João Teresa Ribeiro, por seu turno, acusa o Governo de quer iludir os portugueses ao atribuir ao poder local enormes responsabilidades pela divida do país.

Segundo o autarca comunista, a divida do poder local representa apenas 2,5 por cento da divida pública portuguesa, sublinhando que nos últimos dois anos, a divida das autarquias baixou cerca de mil milhões, enquanto a do Governo aumentou em 42 mil milhões de euros.

A sessão solene engalanada por música e cravos vermelhos, contou ainda com as intervenções de representantes concelhios do PSD, PS, e CDU.

Gabriel Nunes