foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - A Mais Ouvida do Alentejo

A RÁDIO QUE ESTÁ SEMPRE AO SEU LADO - WWW.RADIOPORTALEGRE.PT

Proteção Civil: Auditoria conclui que dirigentes têm comprovativo de licenciatura

Foto de Rádio Portalegre.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) concluiu que todos os dirigentes e elementos da estrutura operacional têm documento comprovativo de licenciatura.

 

A informação foi divulgada, esta terça-feira, depois de concluída a auditoria pedida pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, pelo facto da licenciatura ser um requisito obrigatório para o desempenho de funções dirigentes ao nível superior e intermédio, nomeadamente na estrutura operacional da ANPC, quer no patamar distrital, quer no patamar nacional.

Recorde-se que a polémica das habilitações na Proteção Civil, que levou o comandante nacional operacional, Rui Esteves, a demitir-se, surgiu com a denúncia de que a licenciatura do dirigente foi obtida com equivalências.

A mesma situação foi levantada sobre a licenciatura do ex comandante distrital do Comando de Operações de Socorro de Portalegre, Luís Belo Costa, que atualmente comanda o agrupamento distrital do Centro Sul  e Pedro Vicente Nunes, comandante operacional de agrupamento distrital do Centro Norte que, à semelhança de Rui Esteves, foram obtidas na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.

De acordo com o Politécnico de Castelo Branco, citado pelo jornal “i”, Belo Costa concluiu o curso de Engenharia da Proteção Civil com equivalências a mais de metade das disciplinas, “de 37 unidades curriculares foram creditadas 24"; Pedro Nunes concluiu o curso de Engenharia da proteção Civil beneficiando da atribuição de oito equivalências e a Rui Esteves foram concedidas equivalências a quase 90 por cento da licenciatura.

O documento divulgado esta terça-feira é omisso sobre a questão das equivalências.

(Carla Aguiã)