foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Portalegre: Ordem dos Médicos não tem relatos de problemas no bloco de partos mas prevê “complicações” (c/som)

Foto de Rádio Portalegre.

Em Portalegre a Ordem dos Médicos não recebeu quaisquer relatos de problemas no bloco de partos do Hospital Dr. José Maria Grande, mas a situação pode “complicar-se”. Segundo o presidente da Ordem dos Médicos de Portalegre, Jaime Azedo, “é de prever que os problemas se compliquem, se a colaboração entre os profissionais que trabalham no mesmo serviço não for a habitual”.

 

Jaime Azedo reagia às declarações do bastonário da Ordem dos Médicos sobre o protesto dos enfermeiros, que decorre há meses e que passa por não cumprirem as funções especializadas pelas quais não são remunerados.

O bastonário, Miguel Magalhães, frisa que os médicos têm feito um "enorme esforço" para assegurar partos, mas "estão no limite" e refere ainda que à Ordem chegaram já relatos de "vários hospitais em que há conflitos entre médicos e enfermeiros".

Em Portalegre, Jaime Azedo garante que a Ordem não recebeu relatos ou denúncias de profissionais sobre o funcionamento do bloco de partos.

 

(Jaime Azedo, presidente da Ordem dos Médicos de Portalegre)

 

Os enfermeiros de saúde materna e obstetrícia continuam em protesto e o bastonário da Ordem dos Médicos já apelou ao Governo para resolver definitivamente a questão, fazendo a negociação com os profissionais ou introduzindo novas regras.

Carla Aguiã