foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

Marvão/Al Mossassa 2017:Inauguração da estátua de homenagem a Ibn Marúan, fundador de Marvão

Foto de Rádio Portalegre.

(Por Gabriel Nunes/Susana Mourato) O município de Marvão homenageou, esta sexta-feira, o seu fundador Ibn Maruan, com a inauguração de uma escultura da autoria do escultor João Cutileiro, durante a abertura do Festival Al Mossassa, que decorre naquela vila até domingo.

Victor Frutuoso, presidente do Município local, mostrou-se muito orgulhoso com a iniciativa que celebra a fundação da vila de Marvão.

 

Presente na inauguração do certame, o presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, reafirmou que este tipo de eventos, são importantes para a região, considerando que são uma mais-valia para Marvão pelo facto de dinamizar a economia local e atrair mais turistas aquele concelho alentejano.

Ceia da Silva, mostrou-se ainda convicto que a vila de Marvão está mais perto de ser património da Humanidade, no âmbito da candidatura das “Fortalezas Abaluartadas da Raia” a Património Mundial da UNESCO, em conjunto com os municípios de Almeida, Valença e Elvas.

O Festival Al Mossassa, arrancou sexta-feira e vai decorrer até domingo, leva-nos numa viagem até ao século IX, de forma a recordar as origens e o ambiente vivido naquela época.

A animação será constante, com espetáculos de música, danças orientais, manipuladores de fogo e andarilhos, artes circenses, demonstrações de falcoaria, encantadores de serpentes, ou lutas de espadas.

No “Mercado das 3 Culturas”, situado na parte alta da vila, é reconstituído todo o mercado da época, onde coabitam os legados islâmico, judaico e cristão.