foto5.png

Portalegre: Presidente da Caritas apela ao dinamismo das forças vivas para inverter as “carências” da região

Foto de Rádio Portalegre.Nem pior nem melhor, o presidente da Caritas, Elicídio Bilé diz que 2017 não trouxe alterações ao número de famílias em situação de carência no distrito de Portalegre.

Para 2018 o dirigente pede “dinamismo às forças vivas do distrito, na captação de investimento, para recuperar o que Portalegre já foi”.

Só na cidade de Portalegre, a Caritas presta apoio regular a cerca de 200 famílias.

Elicídio Bilé diz que Portalegre ainda não saiu da situação em que caiu na última década, sublinhado que a falta de emprego continua a ser a grande lacuna que impede a região de “dar o salto” para o crescimento e prosperidade.

O presidente da Caritas Diocesana de Portalegre/Castelo Branco, espera que o novo ano traga mais do que anúncios de disponibilidade, atitudes e ações das entidades locais para captar investimento.

Elicídio Bilé elogia o crescimento da cidade de Ponte de Sor e faz votos para que outros concelhos do Alto Alentejo sejam contagiados por este “bom exemplo”.

Carla Aguiã