foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - A Mais Ouvida do Alentejo

A RÁDIO QUE ESTÁ SEMPRE AO SEU LADO - WWW.RADIOPORTALEGRE.PT

Alto Alentejo:Quercus elege como facto mais negativo de 2017 as descargas poluentes no rio Tejo

Foto de Rádio Portalegre.(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - As descargas poluentes no rio Tejo são um dos factos mais negativos de 2017 para a Quercus em termos ambientais no Alto Alentejo.

O dirigente da Quercus Portalegre, Nuno Sequeira, apontou ainda como aspetos negativos os incêndios que consumiram mais de 11 mil hectares de floresta nos concelhos de Nisa e de Gavião, bem como a seca que no final de novembro atingia de “forma extrema” toda a região.

 

A associação ambientalista critica ainda a extensão do prazo para o pedido de renovação da licença de funcionamento da Central de Almaraz e o abate de freixos no “Túnel das Árvores Fechadas” na aldeia de Portagem, em Marvão.

Como aspetos positivos de 2017, Nuno Sequeira, elege à cabeça o lançamento do projeto de cooperação transfronteiriça PRODEHSA, que tem como intuito contribuir para a valorização do montado, bem como trabalhar numa candidatura única luso-espanhola para que o montado seja declarado Património Mundial pela UNESCO.