foto5.png

Elvas:Governo dá pontapé de saída para a construção da ligação ferroviária Évora-Elvas

Foto de Rádio Portalegre.

(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - O pontapé de saída da ligação ferroviária Évora-Elvas, foi dado, esta segunda feira, com o lançamento do concurso para a construção do troço ferroviário Évora Norte-Freixo, e com o arranque das obras de Modernização do troço Elvas – Caia (fronteira com Espanha) da Linha do Leste.

 

A obra de construção da nova linha entre Évora e Elvas deverá iniciar-se até março de 2019 e a conclusão está programada para o primeiro trimestre de 2022, num custo de 509 milhões de euros, comparticipado por fundos europeus.

Numa cerimónia, que teve como palco o Museu de Arte Contemporânea de Elvas, o Primeiro-ministro António Costa afirmou tratar-se de “um momento histórico para Portugal”, argumentando ser a “maior obra de linha nova ferroviária construída nos últimos 100 anos no país”.

O líder do executivo socialista salientou ainda que esta ligação ferroviária reforça a competitividade externa.

A cerimónia contou com a presença do Chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, que sublinhou que este “esforço comum vai trazer amplos benefícios” para ambos os países, bem como “unir cidadãos e melhorar o seu dia-a-dia”.

O troço Évora Norte-Freixo tem 20,5 quilómetros, e um valor previsto de 65 milhões de euros, sendo que a sua conclusão prevista para o terceiro trimestre de 2020.

Quanto à empreitada de Modernização do troço Elvas-Caia, com 11 quilómetros e com um custo de 23,2 milhões de euros, vai arrancar de imediato, e é a primeira obra no terreno do futuro Corredor Internacional Sul, que ligará Sines a Espanha.

De acordo co a Infraestruturas de Portugal, além do troço Évora Norte-Freixo, serão lançados ainda no primeiro semestre de 2018 os concursos para a construção dos troços entre Freixo e Alandroal, com 20,5 quilómetros, e entre Alandroal e a Linha de Leste (Elvas), com 38,8 quilómetros de extensão.