foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 Rádio Portalegre a Sua Rádio 

Rádio Portalegre a Mais Ouvida do Alentejo


 

Portalegre:CPCJ acompanhou 115 processos em 2017 sendo o motivo principal a exposição de crianças e jovens a situações de violência doméstica

Foto de Rádio Portalegre.

(Por Gabriel Nunes) - A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Portalegre anunciou ter acompanhado 115 processos durante o ano de 2017, sendo o motivo principal a exposição a situações de violência doméstica.

 

De acordo com um relatório enviado à Rádio Portalegre, do total de processos acompanhados no ano passado, as problemáticas sinalizadas que motivaram a intervenção da CPCJ estão relacionadas, maioritariamente, com a exposição de crianças e jovens a situações de violência doméstica, negligência, e abandono e absentismo escolar.

No mesmo relatório a CPCJ salienta não ter acionado nenhum procedimento de urgência em 2017, acrescentando que poderá significar que “a comissão se encontra a acompanhar os processos e sinalizações com proximidade e com uma adequada articulação com as entidades de primeira linha, evitando o perigo imediato”.

A CPCJ de Portalegre revela ainda que nos últimos três anos, de 2015 a 2017, verificou-se um aumento do número de sinalizações, com 99 processos em 2015, 112 em 2016, e 115 em 2017.

Para a instituição este aumento deve-se provavelmente a uma maior divulgação das competências das comissões, do seu trabalho em prol do superior interesse da criança e o afastamento dos receios que a comunidade tinha relativamente ao facto das comissões servirem para “retirar meninos” e por isso mesmo evitavam as sinalizações.