foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

Rádio Portalegre - A Mais Ouvida do Alentejo

A RÁDIO QUE ESTÁ SEMPRE AO SEU LADO - WWW.RADIOPORTALEGRE.PT

Greve dos médicos com "forte impacto" em todo Alentejo - Sindicato Independente dos Médicos

Foto de Rádio Portalegre.

(Por Gabriel Nunes/Carla Aguiã) - A greve dos médicos está a ter um forte impacto em todo o Alentejo. Segundo o Sindicato Independente dos Médicos (SIM), no caso do distrito de Portalegre a adesão é de 89 por cento.

Em declarações à Rádio Portalegre o dirigente do SIM, Armindo Ribeiro referiu que os serviços mais afetados são as cirurgias e as consultas externas.

 

Os números da adesão para o distrito de Portalegre avançados pelo Sindicato Independente dos Médicos são muito acima daqueles que foram indicados pelo Gabinete de Comunicação da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).

Segundo o responsável pelo Gabinete de Comunicação da ULSNA, Ilídio Pinto Cardoso, a adesão à greve dos médicos nos hospitais de Portalegre e Elvas e nos centros de saúde do distrito é de cerca de 28 por cento.

Ilídio Pinto Cardoso adiantou que os serviços mais afetados são as consultas externas, medicina interna e cirurgia. Dos três blocos operatórios, apenas um está a funcionar.

Os sindicatos reclamam a redução do trabalho suplementar, diminuição progressiva até 12 horas semanais de trabalho em urgência, bem como a diminuição gradual das listas de utentes dos clínicos de família de 1900 para 1500.

A greve dos médicos iniciada, esta terça feira, prolonga-se até quinta feira.