foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

 

 Rádio Portalegre A Mais Ouvida do Alentejo - 30 Anos ao Serviço da Região

Autárquicas/Portalegre:candidata da CLIP ataca candidaturas do PSD/CDS, PS e CDU

A cabeça de lista da Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP), Adelaide Teixeira, à presidência da Câmara de Portalegre nas autárquicas deste ano, acusou o candidato da coligação PSD/CDS, de “ofender gravemente a inteligência e a dignidade” daqueles que deram a vitória ao PSD e ao engenheiro Mata Cáceres, nos últimos três mandatos.

Em causa está o facto do candidato da coligação PSD/CDS, Jaime Azedo, ter feito crer de que quem geriu a Câmara Portalegre nos últimos 12 anos foram alguns independentes que se aproveitaram do PSD para alcançar o poder e não o Partido Social Democrata.

Adelaide Teixeira considera este argumento “lamentável e pouco sério do ponto de vista politico”, vindo de quem presidiu à Assembleia Municipal de Portalegre nos dois primeiros mandatos de Mata Cáceres e de quem foi mandatário no terceiro mandato do antigo presidente do município.

A candidata da CLIP, que falava quarta feira, no Bairro do Atalaião, durante a apresentação do cabeça de lista da sua candidatura à Assembleia Municipal de Portalegre, Jorge Mangerona, acusou ainda as candidaturas do PS e da CDU de “há falta de argumentos positivos e construtivos estarem a entrar pela trica, politiquice e má língua”.

De acordo com Adelaide Teixeira as candidaturas do PS e da CDU querem “confundir os eleitores” ao passar a mensagem de que a Candidatura Livre e Independente por Portalegre, “não é uma verdadeira candidatura independente e de que é constituída por elementos descontentes com a estrutura local de um partido”.

Gabriel Nunes