foto5.png

Marvão e Valência de Alcântara recriam "Boda Régia” em Festival Transfronteiriço

Resultado de imagem para boda regia

A “Boda Régia” entre o rei de Portugal, D. Manuel I, e a infanta Isabel vai ser recriada no próximo domingo integrada na 14ª edição do Festival Transfronteiriço promovido pelo município de Marvão e pelo Ayuntamiento de Valência de Alcântara.

 

Um Torneio medieval, um mercado com produtos regionais, a recriação da “vida quotidiana do século XV” e demonstrações de antigos ofícios são algumas das atividades que integram o programa do evento que decorre dos dois lados da fronteira, a partir desta quinta-feira e até domingo.

“Promover a vila de Marvão e aproveitar as sinergias com a vizinha Espanha” é segundo Luís Vitorino, presidente da Câmara de Marvão, o principal objetivo deste evento.

O evento arranca quinta-feira e prolonga-se até domingo em Marvão e Valência de Alcântara, e pretende recriar a “Boda Régia”, celebrada em 1497, entre a infanta Isabel e o rei Português D. Manuel I que ficou conhecido como o Afortunado. A recriação do casamento está marcada para as 21h30, no adro da Igreja de Nuestra Señora de Rocamador.

Quinta-feira as atividades decorrem na Portagem, a partir das 21h30, com destaque para a recriação histórica da receção do “Alcalde de Marvão” ao Rei D. Manuel (junto à Ponte Romana), e para a representação teatral “Lazzo de Amor” (no Anfiteatro do Centro de Lazer).

Sábado e domingo, no Bairro Gótico de Valencia de Alcântara, vai representar-se a vida quotidiana do século XV, com animação, mercado de rua e pequenas representações teatrais. Para celebrar o casamento real, dezenas de figurantes de Valencia de Alcántara e Marvão vão recriar o ambiente, usos e costumes da época.

(Susana Mourato)