foto1.pngfoto3.jpgfoto4.pngfoto6.jpg

alentejo2020

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rádio Portalegre, a Mais Ouvida do Alentejo - 30 anos ao serviço da região

Boas Festas - Feliz Natal

Baja Portalegre 2019: Vitória para Orlando Terranova (carros), Sebastian Buhler (motos) Beto Borrego (quads) e Pedro Carvalho (SSV)

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, automóvel, árvore e ar livre

O argentino Orlando Terranova estreou-se na Baja de Portalegre com uma vitória na prova, gastando o tempo de 5h39m24s, e arrecadou ainda o título da Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno Bajas.

 

Presente com o objetivo de testar para o Dakar, Nani Roma ficou na segunda posição a 2m53s de Orlando Terranova.

Também na luta pela Taça do Mundo, o polaco Jakub Przygonski, arrecadou o terceiro e último lugar do pódio, perdendo cerca de 5 minutos para o vencedor da Baja de Portalegre.

O melhor português em prova foi Hélder Oliveira ao terminar em quarto, enquanto os irmãos Ricardo e Manuel Porém, fecharam o top 5.

Em termos nacionais os olhos acabaram por estar postos noutros nomes, dado o facto da Baja Portalegre 500 decidir também o Campeonato de Portugal de TT.

Neste particular, Tiago Reis levou a melhor sobre Alexandre Ré, que foi obrigado a abandonar devido a problemas mecânicos. Tiago Reis terminou em sexto lugar e é o novo campeão nacional de todo-o-terreno.

Nas duas rodas a vitória na prova sorriu pelo segundo ano consecutivo a Sebastien Bühler. O piloto dominou por completo a prova do Automóvel Club de Portugal, começando ao ataque no Prólogo e vencendo depois os outros dois sectores seletivos.

Bühler terminou a prova com uma expressiva vantagem de 10m26s segundos sobre António Maio, piloto que no ano passado se sagrou campeão precisamente em Portalegre.

No lugar mais baixo do pódio, a quase 12 minutos do vencedor, ficou Bruno Santos.
Mas houve outros motivos de festa, já que em jogo estava também o Campeonato Nacional absoluto de TT, um particular onde Daniel Jordão levou a melhor, ao terminar em quinto, atrás de Martim Ventura, e garantindo a coroa.

Nos quads, Roberto Borrego deixou claro ao que vinha logo desde o arranque da Baja Portalegre. Segundo no campeonato, sabia que uma vitória na prova alentejana lhe daria o título nacional, e assim aconteceu.

Esta foi a oitava vez que Borrego venceu a Baja Portalegre, e a quinta consecutiva, um impressionante registo que tão cedo não será batido e que torna o agora pentacampeão nacional de Quads um verdadeiro “Papa Bajas”.

Ruben Alexandre ocupou a posição intermédia do pódio nos Quads, e foi o único que conseguiu rodar perto do ritmo do vencedor terminando a 3m13 segundos de distância, e averbando a segunda posição nos sectores seletivos 2 e 3.

No terceiro posto quedou-se André Carita, mas já a mais de 13 minutos de Beto Borrego.
Pedro Carvalho e André Guerreiro triunfaram na categoria de SSV na Baja Portalegre. Sextos no prólogo e apenas décimos classificados após o final do segundo sector seletivo, Carvalho e Guerreiro arrasaram com a concorrência no derradeiro sector.

Pedro Santinho Mendes chegava a Portalegre na posição de líder do campeonato nacional de SSV e com a conquista do título na sua mira, não defraudando as expectativas. Depois da passagem pelo curto prólogo inicial onde registou apenas o oitavo tempo, o piloto foi quarto no SS2 e terceiro no SS3, somando os pontos necessários para arrebatar o campeonato.

Na terceira posição na categoria SSV terminaram João Monteiro e Manuel Pereira, mais lentos 4m59s que os vencedores.

A edição 33 da Baja Portalegre, que contou com mais de 400 inscritos, decorreu na sexta feira e no sábado.